Fechar Menu [x]
Novos Posts

Fábrica Francesa é Ocupada por Operárias

Artes e Espetáculos | Thais Polimeni 25/05/16 - 07h Thais Polimeni

125-no-coracao-das-maquinas

Em uma época de discussões políticas afloradas, manifestações, ocupações e debates sobre questões de gênero, surge o espetáculo “No Coração das Máquinas“. Mais atual, impossível. O interessante é que o processo de criação foi iniciado há 3 anos e sempre teve, como objetivo principal, a construção de um projeto teatral que falasse sobre utopia social.

A pesquisa culminou no caso LIP, antiga fábrica de relógios situada em Besançon, na França. A fábrica não existe mais, mas sua história é tão exemplar, que eu me questiono por que é tão pouco divulgada – e agradeço à cia. teatral por ter nos dado a oportunidade de conhecê-la.

Em 1973, estimulados pelo clima revolucionário de 1968, os operários da LIP ocuparam a sede da empresa para se manifestar contra a possível demissão de grande parte do quadro de funcionários, o que prejudicaria, principalmente, as classes mais desfavorecidas. A ocupação foi tão satisfatória que durou cerca de 3 anos.

Haters contestarão: “Que absurdo! 3 anos de máquinas paradas, um bando de gente que não quer saber de trabalhar!“. Nã-nã-nã! É aí que você se engana, meu caro. Durante esses 3 anos, a produção foi mantida pela autogestão dos trabalhados, pautados na horizontalidade da liderança. Maravilhooooso!

E ainda tem a cereja do bolo: 60% dos funcionários eram mulheres.

É do nascimento dessa utopia (que virou realidade) que se trata o espetáculo “No Coração das Máquinas“, em cartaz às quartas e quintas na Casa do Povo, no Bom Retiro. No palco, 8 atrizes interpretam as operárias na primeira noite de ocupação. Uma noite não apenas de força e luta, mas também de apoio, compreensão, construção de novos pensamentos e reflexão sobre verdades absolutas. Uma noite francesa de sororidade em 1973 que nos transporta para a realidade brasileira de 2016. “No Coração das Máquinas” é um espetáculo necessário, transformador, que nos enche de esperança e nos mantém em movimento; Não como máquinas, mas como humanos, em coletividade, em parceria.

Ficha Técnica
Texto: Rita Carelli em colaboração com Marcos Arzua e elenco. Direção: Rita Carelli.
Elenco: Anna Zêpa, Fernanda Viacava, Janaína Suaudeau, Manuela Afonso, Nicole Cordery, Renata Roberta, Samya Enes, Thaia Perez. Música original: Daniel Maia. Assistente de direção: Amanda Vieira. Preparação de elenco: Malú Bazán. Direção de produção: André Canto. Realização: Canto Produções.

No Coração das Máquinas
De 11 de maio até 16 de junho
Quartas e quintas, 20h
Classificação: 12 anos
Duração: 70 minutos
Grátis: Retirar o ingresso 30 minutos antes do espetáculo na bilheteria.

Casa do Povo
Rua Três Rios, 252 – Bom Retiro – São Paulo/SP
Próximo à estação Tiradentes do metrô
40 lugares

Tags: , , , ,