Fechar Menu [x]

Você Pode Substituir seu Vale-Cultura pelo Bilhete Único, por exemplo

Artes e Espetáculos | Thais Polimeni | TVCULT 22/03/16 - 07h Thais Polimeni

49-os-minutos-que-se-vao-com-o-tempo

A Trupe Sinhá Zózima é aquele grupo de teatro que faz a gente continuar acreditando no mundo, sabe? Nos conhecemos logo que abri a empresa (atual Carbono 60 – Economia Criativa) e, hoje, tenho orgulho de dizer que contribuo, um pouquinho que seja, para o tantão que eles fazem para o desenvolvimento sociocultural dos trabalhadores de São Paulo. E o que eles fazem? Algo simples, porém transformador (combinação mais frequente do que muitos imaginam): peças de teatro dentro do ônibus e intervenções artísticas no Terminal Parque Dom Pedro II.

O atual projeto da Trupe é o encantador “Os Minutos que se vão com o Tempo“, espetáculo do qual sou produtora executiva e no qual me emociono incontrolavelmente (só controlo as lágrimas nas apresentações pra não ouvir “miga, para que tá feio” dos passageiros do ônibus). Até o dia 30 de abril, às terças, quintas e sábados, algumas linhas de ônibus que partem do Terminal Parque Dom Pedro II receberão a Trupe Sinhá Zózima em seus trajetos. Trajetos que falam sobre saudade, sobre perdas, sonhos e descobertas. Trajetos que falam por si só e nos levam a uma viagem para lugares internos que nem sabíamos que existiam. Trajetos que, até então, eram levados automaticamente com o tempo, minuto a minuto. Trajetos que, agora, terão um significado especial com essa delicada obra feita por artistas que pensam com todo o cuidado em seu público.

Os Minutos que se vão com o Tempo” não é feito apenas pelos artistas e equipe técnica, que vêm trabalhando nesse projeto há quase dois anos. O espetáculo é feito também, em cada sessão, pelo motorista do ônibus (que vai com todo o cuidado para todos chegarem ao destino com segurança), pelo cobrador (que explica para os novos passageiros que está acontecendo uma peça de teatro), pelos fiscais dos Terminais (que avisam o motorista e cobrador sobre o espetáculo) e, claro, pelo público, que tem nos recebido de coração aberto!

Acompanhei alguns ensaios e a estreia do espetáculo. Havia sempre passageiros que estavam vendo uma peça de teatro pela primeira vez. Participar dessa experiência com eles, ao lado deles, é motivador! Ver os olhos do público-passageiro brilharem com a verdade depositada pelos artistas nas personagens, também faz nossos olhos marejarem. Marejarem dentro do próprio mar e a caminho de um novo mar.

Para assistir ao espetáculo, é só escolher o dia e comparecer, às 20h, na Plataforma Zero do Terminal Parque Dom Pedro II. De lá, o elenco conduzirá o público para o ônibus do dia. E aí é só entrar como um passageiro comum que somos e curtir a vida que nos foi presenteada!

Os minutos que se vão com o tempo

Os Minutos que se vão com o Tempo
De 15 de março a 30 de abril
Terças, quintas e sábados, 20h
Local de partida: Terminal Urbano Parque Dom Pedro II (av. do Estado, s/n. Sé)
Local de encontro: Plataforma zero (próximo as catracas e caixas bancários)
Ingressos: valor da passagem do ônibus
Duração: 120 minutos
Obs: O espetáculo inicia no terminal antes do embarque e segue dentro do ônibus de linha no percurso de ida até os terminais. Os atores voltam para o Terminal Parque Dom Pedro II, mas não há espetáculo (só um bate-papo delicioso!).

Datas e linhas de embarque
15/03, 07/04, 16/04, 23/04: sentido Terminal Cidade Tiradentes, linha 4313/10
17/03, 29/03, 09/04, 26/04: sentido Terminal São Mateus, linha 3141/10
19/03, 31/03, 12/04, 28/04: sentido Terminal Santo Amaro, linha 5111/10
22/03, 02/04, 14/04, 30/04: sentido Terminal São Miguel, linha 3301/10
24/03, 05/04, 19/04: sentido Terminal João Dias, linha 6403/10

Pra chegar até o Terminal, o ideal é pegar um ônibus que desembarque lá. Se for de metrô, a estação mais próxima é a São Bento. Há estacionamentos próximos. Mas o melhor é ir de ônibus, mesmo. Mais simples, prático e já vai entrando no clima do espetáculo 😉

Fotografia: Christiane Forcinito

Tags: , , ,