Fechar Menu [x]
Novos Posts

180 cartazes pra sair da fossa

Artes Visuais | Cultura Digital | Música 31/10/13 - 11h Thais Polimeni

180_banner

Influenciada pela Ju (nossa blogueira Juliana Praia) e, mais recentemente, pelos posts do Youpix, virei fã dos Tumblrs. Esses microblogs, geralmente com temas inusitados e atuais, aguçam nossa criatividade e são o reflexo dessa geração just in time. Mal foi anunciado o valor do PS4 no Brasil, já criaram um Tumblr sobre a facada. É só a senhora gaúcha fazer um comentário no Facebook, e lá vão os criativos internautas pra plataforma Tumblr postar as montagens cômicas da dona Evani em sua volta ao mundo.

Conheci um Tumblr esses dias que, apesar de não ser muito atual, também não é nada efêmero. Chama-se “180 cartazes pra sair da fossa“. A descrição é igualmente criativa e delicada: “Minha mãe disse e depois li em algum livro: são necessários cerca de seis meses pra curar uma dor de amor. Um cartaz pra cada dia que passa pra fazer passar“. O projeto foi concluído em pouco mais de 6 meses, mas o resultado foi belíssimo. De setembro de 2012 a julho de 2013, a designer Lanna Colares postou os super bem elaborados 180 cartazes pra sair da fossa, com um link para a música abaixo de cada um.

Curtir a fossa, de vez em quando, faz bem. Principalmente pra encontrar preciosidades como essa na internet. Confiram aqui o arquivo completo: www.180cartazesprasairdafossa.tumblr.com

“Faça o que quiser, mas não pare de brilhar”
Música: “Quando você Dança”, Tono Auge
180_brilhar

“A tristeza é uma forma de egoísmo”
Música: “Alegria”, do filme “Benjamim”
180_tristeza

“Ficava cá no meu canto, calada, ouvindo a barulheira que a saudade tinha”
Música: “Foguete”, cantada por Maria Bethânia. Compositores: Roque Ferreira/J. Velloso
180_saudade

Tags: , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS