Fechar Menu [x]

Uma Exposição Comestível Na Av. Paulista

Artes Visuais | Leonardo Cássio | Slider 03/09/18 - 07h Leonardo Cassio

65-aromas-e-sabores-japan-house-sp

A memória da maior parte das pessoas é construída a partir de experiências visuais. O número de fragmentos de recordação advindo do olfato e paladar é bem reduzido se comparado ao da visão. A exposição “Aromas e Sabores”, da Japan House, busca valorizar a cultura pelo viés sensorial do paladar e do olfato. As instalações, projeções e textos explicativos apresentam informações gerais sobre os sentidos citados, mesclando arte, cultura e ciência para tal, com o recorte de signos japoneses.

O espectador será estimulado a se questionar sobre como se origina o sabor, a diferença entre aroma e fragrância (sim, são coisas parecidas, mas diferentes), a relação das cores com os cheiros e como funciona quimicamente o paladar e o olfato. Uma coisa que me deixou pasmo é que são 5 os sabores básicos e não 4, como eu acreditava: doce, salgado, amargo, azedo e umami. O que é umami? É um termo japonês que significa saboroso, usado pelo cientista Kikunae Ikeda desde o começo do século XX, mas admitido pela comunidade internacional em 2000, que define o gosto gerado por alimentos ricos em aminoácido glutamato (carnes, peixes, frutos do mar e queijo parmesão e shoyu são alguns exemplos), que ativam receptores gustativos específicos, diferenciando-se dos outros 4 sabores.

A exposição é dividida em 3 eixos temáticos: Identificação, Construção e Sensorial. Em uma das etapas, você pode ver projeções e cadernetas penduradas que mostram a formação físico-química dos aromas, sabores e fragrâncias. Outra parte é dedicada à degustação e uma das experiências é bem legal: uns ursinhos comestíveis, balinhas gelatinosas, estão dispostas em 5 compartimentos, cada um de um sabor que remete ao Japão: uva japonesa, melão, morango, shoyu e wasabi (raiz forte). Sim, dá para fazer balinhas de shoyu e wasabi e a grande sacada é que as balas de todos os sabores são incolores e você só saberá qual é qual comendo (ou se alguém ficar dedurando, como acontece…). A ideia é mostrar como associamos cores específicas a certos sabores e como a ausência destas cores desorienta nossa percepção. As outras instalações convidam os presentes a utilizarem seus narizes para mergulharem no Japão.

“Aromas e Sabores” é uma realização da Japan House – um lugar bem cult na Avenida Paulista, que possui lojinhas, restaurante, café e livraria com temática japonesa – e Base 7 Projetos Culturais, com curadoria Felipe Ribenboim e, via Lei Federal de Incentivo a Cultura e Proac, tem patrocínio de Ajinomoto do Brasil, All Nippon Airways e United, Bombril, Takasago e integra o Circuito Cultural Bradesco Seguros. É um projeto instigante, que sai do lugar comum e totalmente gratuito. Vá com fome conferir e consumir a exposição.

Veja abaixo o vídeo de divulgação da exposição:

Exposição Aromas e Sabores
De 5 de junho 30 de setembro de 2018 – 2º piso
Terça a sábado 10h às 22h
Domingos e feriados,das 10h às 18h
Gratuita

Japan House
Avenida Paulista, 52 – São Paulo.
Telefone: 11-3090-8900
Mais Informações: facebook.com/JapanHouseSP e @japanhousesp

Tags: , , , , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Leonardo Cassio

Leonardo Cassio

Sócio-diretor da Carbono 60 - Economia Criativa, Leonardo Cassio é publicitário, jornalista e amante da sétima arte. Lê de mangá a física quântica e tem uma tatuagem do Pearl Jam.

RELACIONADOS