Fechar Menu [x]

Badaróss, o Basquiat da Cracolândia

Artes Visuais 29/09/14 - 04h Leonardo Cassio

badaross-jacktwo

Apesar da vida curta, Jean-Michel Basquiat conseguiu cravar seu nome no universo das artes plásticas. O norte-americano fez sucesso em Nova Iorque com seus grafites e após ser descoberto e apadrinhado por Andy Warhol tornou-se uma celebridade mundial. Só que o abuso no uso de drogas encerrou cedo uma carreira promissora.

Nem tão igual, mas tão curiosa quanto, é a história do Índio Badaróss, apelidado de Basquiat da Cracolândia. O dependente químico, que mora na decadente e problemática região de consumo de crack da capital paulista, tem em comum com o americano as drogas e o fato de ter sido descoberto por um artista, sendo, no caso do brasileiro, pelo grafiteiro ZEZÃO

Ao abrir um galeria perto da Cracolândia e procurar um ajudante geral, acabou por encontrar Badaróss e o desafiou: ao invés de usar crack, por que não pintar? Deu tão certo que o morador de rua se diz viciado em tintas, quer abandonar o vício no crack, ganhou mídia internacional e em menos de um ano já vendeu mais de dez obras. É demais!

O minidocumentário da TV FOLHA mostra essa incrível história que invariavelmente nos faz questionar: quantos outros talentos estão se perdendo nas drogas e na miséria e não terão um ZEZÃO ou Warhol para descobri-lo? Assista abaixo e pense sobre:


Foto do banner: jACKTWO

Tags: , , , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Leonardo Cassio

Leonardo Cassio

Sócio-diretor da Carbono 60 - Economia Criativa, Leonardo Cassio é publicitário, jornalista e amante da sétima arte. Lê de mangá a física quântica e tem uma tatuagem do Pearl Jam.

RELACIONADOS