Fechar Menu [x]

Qual O Limite Do… Eduardo Kobra?

Artes Visuais | Leonardo Cássio 06/04/17 - 02h Leonardo Cassio

66-mural-kobra-castello-branco

Com pouco mais de 40 anos, Eduardo Kobra tornou-se um dos principais nomes das artes visuais brasileira em nível internacional. Com murais – sua grande especialidade – espalhados por dezenas de metrópoles do mundo, o artista parece não ter limites quando se trata de expandir seu legado artístico. Não me refiro apenas à quantidade de obras, mas também – e principalmente – à extensão delas. Em 2016, aproveitando as Olimpíadas do Rio de Janeiro, o paulistano produziu a obra ETNIAS, que entrou para o Guiness World Records como o maior mural de arte do planeta. ETNIAS possui 15 metros de altura por 170 de comprimento e retrata 5 etnias indígenas de 5 continentes distintos: Tapajós, aqui das Américas; Mursi, da África; Kayin, Ásia; Huli, Oceania e os Supi, da Europa.

Mal passou um ano da finalização de ETNIAS e o artista está prestes a quebrar o próprio recorde, com um mural no município de Itapevi, Grande São Paulo. Às margens da Rodovia Castello Branco, no km 35, na fachada da fábrica de chocolates Cacau Show, Kobra está produzindo um mural de 30 metro de altura e aproximadamente 200 metros de comprimento. Pasmem, é mais do que o dobro da obra do Rio de Janeiro em metros quadrados!

Mural Kobra Castello BrancoO mural mostra um índio brasileiro em uma canoa cheia de cacau sobre um rio de chocolate. A cena é um retrato do processo de colheita do cacau na Amazônia. Para realizá-la, o artista realizou estudos iconográficos da região e esboçou 30 desenhos até chegar ao traço final. A cena, além da ligação mais do que óbvia com a marca que solicitou a obra, mantém algumas das principais predileções do artista: temas sociais ligados às minorias étnicas – acho que ele não toparia fazer um coelhão da Páscoa – e cores exuberante em sua composição. Quem passa pela rodovia, umas das mais movimentadas de São Paulo, terá vista privilegiada do mural. Por este motivo, Kobra e sua equipe resolveram compor um painel com apenas “uma informação”, para que ele seja de fácil compreensão, pois os carros passam de maneira muito veloz por lá.

Kobra nasceu no bairro do Campo Limpo – é meu vizinho e para quem acha que a periferia é um lugar perdido, toma essa! – e começou sua carreira em 1987, com pichações. Já desenhava desde os 8 anos, inspirado por livros e fotos históricas, mas tomou as ruas com 11 anos. Foi idealizador de um projeto de grande impacto na cidade de São Paulo, o “Muro das Memórias”, uma série de pinturas que representam cenas antigas da cidade que, nas próprias palavras do artista, servem de portal entre o presente e o passado de uma São Paulo esquecida. São cerca de 50 murais, sendo que recentemente um deles, na 23 de Maio, onde ficava o maior Corredor de Grafite da América Latina – leia aqui – foi apagado devido a uma confusão entre a prefeitura e pichadores – saiba mais aqui. Ainda em São Paulo, consagrou-se especialmente com dois superpainéis: um dedicado ao piloto brasileiro Ayrton Senna, na rua da Consolação com a avenida Paulista, intitulada a Lenda do Brasil, e outro na avenida Paulista, em homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer. Com obras em preto e branco ou multicoloridas, o muralista ganhou o mundo, literalmente.

Kobra 3dCompôs painéis em Nova York – um com Basquiat e Andy Warhol -, em Tóquio – obra chamada Rio -, Amsterdã – em homenagem a Anne Frank, vítima do holocausto -, Roma – retratando a paquistanesa Malala Yousafzai, Nobel da Paz em 2014 -, além de Moscou, Los Angeles, Miami – Distrito de Wynwood –, México e muitas outras cidades. Tem até uns que são menos conhecidos, como a obra “Alta Mira”, na Consolação, feita há muitos anos contra Belo Monte; uma em frente ao Instituto Tomie Otake, contra rodeios e maus tratos aos animais e uma em um espaço cultural de Rio Grande da Serra, mapeada pelo projeto ABC do Grafite. Kobra possui uma linha de trabalho específica, de pinturas em 3D, que fazem bastante sucesso mundo afora.

Logo após finalizar seu maior mural na Grande São Paulo, Kobra partirá para o Malawi, na África, onde produzirá painéis de Nelson Mandela em um hospital. A contratante: Madonna. Isso aí! Do Campo Limpo para os braços da diva pop. Não parece haver limites para o artista que hoje possui um dos mais imponentes portfólios de arte urbana do mundo (vide vídeo acima), com seus mais de 3 mil painéis, sendo dois deles os maiores desse planeta Terra. Sua maior obra? O filho Pedro, que está prestes a completar 1 aninho.

Kobra Rio Grande da Serra

Mural Kobra NY

Kobra Anne_Amsterdã

Mural Kobra 23

Mural Kobra Rio_Tokio

Imagens Divulgação Site Oficial

Tags: , , , , ,