Fechar Menu [x]

FILE SP 2014

Artes Visuais | Audiovisual | Cultura Digital | Multicultural | Música 26/08/14 - 03h Thais Polimeni

file

Ontem, ao sair da reunião do Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp, passei na abertura do FILE, que estava acontecendo em quatro ambientes do famoso prédio da Fiesp da Avenida Paulista.

Eu tinha ido a uma Edição do FILE (Festival Internacional de Linguagem Eletrônica) há muitos anos, talvez até na primeira edição. E depois, com a correria do dia-a-dia, sempre perdia o período de visitação do evento. Dessa vez, não perdi tempo e aproveitei pra conferir as novidades da Linguagem Eletrônica que a curadoria trouxe para a exposição. E tem muita coisa interessante. Espero conseguir voltar pra me divertir um pouquinho mais!

TOUCHYEsta 15ª Edição apresenta instalações, performances interativas, animações, jogos para várias plataformas, maquinemas, videoarte, obras de net e sound art, além de uma seleção de obras de artistas japoneses em parceria com o Japan Media Arts Festival. Logo que cheguei, vi um artista japonês com um capacete bem esquisito, e uma mulher segurando na mão dele intensamente, sem soltar. Os “olhos” do capacete piscavam e, a cada piscada, ele tirava uma foto que aparecia em uma tela na parte detrás da invenção. O nome do capacete é “Touchy”, um dispositivo vestível (os famosos “wearables”) que transforma o ser humano em uma câmera operante. Nele, o indivíduo fica constantemente cegado, a menos que alguém toque a sua pele. Quando o contato físico é mantido por dez segundos, a câmera tira uma foto, que é exibida no LCD do dispositivo. A obra foi concebida para encorajar a comunicação off-line através do toque e do contato visual. O “Touchy” faz parte da ação “FILE Metrô – Performances – Pós-Selfies“, com outros dois projetos que serão apresentados na calçadas das estações de metrô Consolação, Trianon-Masp e Brigadeiro.

Além do FILE – Metrô, a 15ª Edição tem mais outras três áreas :

FILE LED SHOW
Exibição de animações interativas do artista holandês-brasileiro Rafaël Rozendaal no painel de LED da fachada do prédio da Fiesp na Avenida Paulista. Da internet para o espaço público, suas animações têm endereços online nos quais o espectador também pode interagir.

INSTALAÇÕES
20 obras interativas de artistas de todo o mundo ocupam a Galeria de Arte da Fiesp. Tem obra que, com a utilização de um tablet, faz desenhos se movimentarem, outra que reproduz os sons da Floresta Amazônica, captados por uma artista belga durante uma expedição. Tem uma muito fofa, chamada “@><#!!! The Life of an overtaxed surface”, que é uma espécie de papel alumínio que tem reações de seres vivos ao ser tocado. É até assustador como ele parece que está vivo, tal a interação que ele tem com nossos movimentos.

JAPAN MEDIA ARTS FESTIVAL
8 obras de artistas japoneses integram o mesmo espaço das Instalações. Tem uma que produz bolhas de sabão. Minha amiga que estava comigo é sócia de uma rede de lavanderias, logo olhou para esta obra, chamada “The Blank to Overcome”, e disse: “Quero uma pra colocar na frente das unidades!”. Causaria um frisson na região, certeza!

FILE ANIMA +
Com mais de 100 animações em sua curadoria própria, esta edição do festival também mantém sua parceria com festivais como Japan Media Arts Festival (Japão), Sicaf (Coreia do Sul) e Siggraph (EUA).

FILE GAMES
Com uma área destinada só ao FILE Games 2014, o Espaço Fiesp apresenta as mostras “Game Comics” e “Interplay”, além de outros títulos inéditos. “Game Comics” é uma categoria de videogames que dialoga com as histórias em quadrinho tanto em sua estética, quanto em sua narrativa e jogabilidade. Sem esquecer que o jogo é uma atividade lúdica, “Interplay” traz outra faceta do universo dos games, com jogos para não se jogar sozinho!

FILE MAQUINEMA
O FILE Maquinema 2014 (machinima) apresenta uma seleção de filmes experimentais que exploram os limites em sua temática ou na técnica usada na sua constituição. São experiências visuais que se baseiam na constituição dos ambientes virtuais, na diferença entre eles e o mundo físico, nas margens que separam o consciente do inconsciente e no diversificado leque de formas expressivas audiovisuais.

Saiba mais no site do Festival.

FILE SP 2014
De 25/08 a 05/10/2014
Entrada franca
Classificação indicativa: Livre

Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso
Av. Paulista, 1.313 (Metrô Trianon-Masp)
Informações: (11) 3146-7405 / 7406

Tags: , , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS