Fechar Menu [x]

O Mundo de Tim Burton é Nosso!

Artes Visuais | Audiovisual | Leonardo Cássio 16/02/16 - 07h Leonardo Cassio

27-o-mundo-de-tim-burton-leticia-godoy-mis

Tim Burton é um fanfarrão. Foi para o Rio de Janeiro, viu desfile na Sapucaí, tirou sarro na praia e disse se sentir em casa no Brasil, pois respiramos criatividade. Depois passou por São Paulo para conferir, no Museu da Imagem e do Som, a exposição “O Mundo de Tim Burton“, dedicada ao seu legado artístico. E, claro, nós fomos, no domingão de carnaval (07), conferi-la.

O primeiro filme do qual tenho lembrança de ter visto de Tim Burton foi “A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça” (1999), com seu chegado Johnny Depp, e pensei: “Que diabo é isso ae?”. Depois, vieram “Batman” (1989), “Edward Mãos de Tesoura” (1990), “Planeta dos Macacos” (2001), “Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas” (2003) – para mim, o melhor dele! –, “Noiva Cadáver” (2005), “Alice no País das Maravilhas” (2010) e etc (ver abaixo filmografia).

Burton tem três marcas inconfundíveis:

1) Estética gótica/ pop de seus filmes;
2) Personagens desvirtuados que não se adéquam ao perfil tradicional de “normalidade”;
3) Fusão surreal entre cômico e sombrio.

E são esses elementos criativos que os amantes do diretor esperam conferir na exposição.

“O Mundo de Tim Burton” foi montada a primeira vez em 2009 no MoMA, passando por Los Angeles, Seul e Paris. O MIS foi a primeira instituição da América Latina a receber o projeto, fato que agradecemos, e que mostra a importância do Brasil no circuito internacional das artes. Isso é bom, mas causa filas. Horas de filas. Semanas de filas.

A curadoria do projeto é Jenny He, profissional independente que teve como missão organizar um projeto expográfico com mais de 500 itens entre desenhos, pinturas, caricaturas, storyboards, fotos, poemas e bonecos. Exatamente isso: a exposição apresenta desenhos e obras de arte feitas durante toda a vida do Diretor e que poucas pessoas tiveram a chance de ver.

É demais o negócio porque entendemos que a estética dos filmes e a concepção dos personagens são resultados de um processo extenso de influências de filmes trash, de terror, fantasia e gêneros correlatos, que permearam toda a existência de Burton. Exímio desenhista e pintor, o artista começou exercitar sua criatividade artística muito antes de se tornar diretor, mostrando que a construção de sua filmografia é resultado de anos e mais anos de trabalho.

As artes e objetos estão divididos em 7 espaços temáticos:

27-o-mundo-de-tim-burton-humor-leticia-godoy-mis

1) Terror! Humor, com obras que mostram a miscelânea entre os dois estilos;
2) Felicidade, que apresenta elementos de obras em que os personagens travam uma luta entre o ceticismo e a imaginação;
3) Polaroides, um belo projeto de fotos instantâneas, incluindo de sets de filmagem;
4) Angústia / Melancolia, cujos desenhos, pinturas e poemas não se relacionam diretamente com seus filmes, mas apresentam o modo como Tim Burton vê o mundo;
5) Encantamento, com referência de memórias da infância e influências presentes em sua obra;
6) Projetos Não Realizados, cujo título é autoexplicativo;
7) Filmografia, espaço totalmente dedicado aos itens que compuseram todos os seus longa metragens.

O percurso da exposição é feito em caminho único. São liberados grupos por faixas de horário dos bilhetes de entrada. Sobe-se para o segundo andar e acompanha-se um caminho até o térreo. Não se pode voltar de um ambiente para o outro e não é preciso ficar em fila para ver as obras de arte. No final do percurso, há uma pequena sala com projeções de Tim Burton.

“O Mundo de Tim Burton” é imprescindível para quem gosta de cinema e do ar excêntrico e divertido de Burton. Pena que muita gente não conseguirá ver. Vamos torcer para que a exposição seja prorrogada ou volte (ele tem o desejo de gravar com Zé do Caixão, quem sabe?), pois o mundo de Burton é o nosso!

A exposição “O Mundo de Tim Burton” é apresentada pela Cielo, com patrocínio da Multiplus, Deutsche Bank, Outback Steakhouse, Forever 21 e apoio do TozziniFreire Advogados, Chandon, Movida, Petz e Sky.

27-o-mundo-de-tim-burton-entrada-leticia-godoy-mis

O MUNDO DE TIM BURTON
Data 4 de fevereiro a 15 de maio de 2016
Horário de visitação: das 11h às 20h (terça a sexta-feira); 9h às 21h (sábados); e 11h às 19h (domingos e feriados)
Ingressos: Limite de 4 ingressos por pessoa – é distribuído um adesivo para que você não fique na fila e não consiga comprar. Quem possui o adesivo poderá comprar o ingresso. Se você for comprar entre 2 ou 4, essa será a quantidade de adesivos que você receberá.
Domingos, R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia) na bilheteria do MIS.
Terça-feira, entrada gratuita com retirada de senha na Bilheteria do MIS.
Para mais informações sobre a venda de ingressos (como datas de venda e link para compra), acesse o site do MIS.
Os ingressos para os dias 4, 5, 6, 8, 24, 25 e 26 de fevereiro; 2, 3, 4, 5, 9, 10, 12, 16, 17, 19, 23, 24, 26, 30 e 31 de março estão esgotados.
Classificação etária: Livre.

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$12,00 | Valet: R$ 18,00 [Conveniado]
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Atenção: o programa da exposição tem um QR Code (que está presente também no percurso) com conteúdos exclusivos, que estão disponíveis, também, através do perfil do MIS no Spotify.

Filmografia Base
Vincent (1982)
João e Maria (1983)
As Grandes Aventuras de Pee-Wee (1985)
Os Fantasmas se Divertem (1988)
Batman (1989) (O Batman é o Michael Keaton, de Birdman!)
Edward Mãos de Tesoura (1990)
Batman: O Retorno (1992)
O Estranho Mundo de Jack (1993)
Ed Wood (1994)
Marte Ataca! (1996)
A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999)
The World of Stainboy (2000)
Planeta dos Macacos (2001)
Peixe Grande e Suas Histórias maravilhosas (2003)
A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005) (Atua sua ex-esposa, Helena Bonhan Carter, que também está em Alice e Sweeney Todd).
Noiva Cadáver (2005)
Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007) (Tem o Alan Rickman, que morreu esse ano)
Alice no País das Maravilhas (2010)
Sombras da Noite (2012)
Frankenweenie (2012)

Veja também o clipe de Bones, do The Killers, de direção de Burton:


Créditos das fotos: Letícia Godoy/ MIS

Tags: , , , ,