Fechar Menu [x]

Todo Duro x Holyfield: Quem Vence(u)?

Audiovisual 14/03/18 - 10h Cult Cultura

29-a-luta-do-seculo-clids-ursulino

Foi numa terça-feira, no primeiro dia de junho de 1993, que teve início a maior rivalidade do boxe nacional (e arrisco dizer que, nesse nível de ferocidade entre as duas partes, do boxe mundial, também). A cidade de Recife recebia a primeira luta entre dois arquirrivais: de um lado, Luciano “Todo Duro” Torres e do outro, Reginaldo “Holyfield” Andrade. O pernambucano, conhecido pelo seu jargão “Vou estraçaiá”, levou a primeira vitória nessa saga que se estenderia por mais de 20 anos de confusão, pancadaria, mas, do jeito deles, muito respeito.

O documentário “A Luta do Século”, do cineasta baiano Sérgio Machado, cobre todas as lutas, sempre muito disputadas, até o embate final entre os dois pugilistas, que foi apelidado por eles mesmos e pela mídia como a luta do século. Temperado pela rivalidade não só dos boxeadores, como também dos povos da Bahia e de Pernambuco, o filme é um deleite não só para fãs do esporte, mas para fãs do Brasil.

A produção, que teve início em 2014, acompanha os bastidores que antecederam o evento mais esperado do boxe nacional, que aconteceria em Recife, cidade natal de Todo Duro, no ano de 2015, mas também nos conta como aquilo chegou aonde chegou e nos mostra o porquê dessa rivalidade ter tomado tamanha proporção, tornando-se um patrimônio do esporte nacional e, especialmente, do esporte do nordeste no país. Vemos como os dois se tornaram uma espécie de heróis locais, sempre badalados por onde passam, seja Todo Duro sentado à porta de sua casa ou Holyfield a caminho da igreja. Também acompanhamos dramas pessoais, como a prisão de Todo Duro por assalto a um taxista e o acidente que, em 2011, queimou 40% do corpo de Holyfield, quando sua casa pegou fogo e, bravamente, entrou para salvar os sobrinhos do incêndio.

Como para a maioria dos brasileiros de origem simples, a vida nunca foi fácil para os dois atletas, mas isso não os impediu de lutar pelo que acreditavam e pelo que amavam, que é o boxe. Sempre com vontade, sempre entrando para “estraçaiá”, como Duro sempre disse, os dois levaram o esporte para grandes emissoras, tendo grande parte de seus duelos transmitidos por uma rede de alcance nacional nos anos 90 e no começo dos anos 2000.

Não é um documentário sobre boxe, é um conto sobre a perseverança e a paixão por vencer de dois brasileiros que chegaram aonde chegaram por suas forças e virtudes, seus defeitos e acertos, sempre com o coração dentro da luva e a alma dentro do ringue. “A Luta do Século” é obrigatório para quem acredita que o melhor do Brasil realmente é o brasileiro. Na rivalidade entre Todo Duro e Holyfield, os maiores vencedores somos nós.

O documentário tem sua estreia prevista para o dia 15 de março de 2018. Veja o trailer oficial abaixo:

Euclides

Por Clids Ursulino. 30 anos. Música, cinema, futebol e política. E o que mais aparecer entre um café e outro.

Tags: , , , , , , , , , ,