Fechar Menu [x]

Suspense Baseado Em Best-Seller Estreia Nos Cinemas

Audiovisual 23/11/17 - 08h Cult Cultura

196-boneco-de-neve

Baseado no best seller de Jo Nesbø, “Boneco de Neve” é o novo filme do sueco Tomas Alfredson (o diretor por trás do maravilhoso “Deixa Ela Entrar”, de 2008). O filme conta a história de Harry Hole (Michael Fassbender), um policial alcoólatra que investiga o desaparecimento de uma mulher em Oslo, na Noruega.

Com um elenco estelar, um grande diretor e locações de encher os olhos, o filme infelizmente deixa um sentimento de “quase” no espectador. Confesso que não li o livro, mas, pelo que pesquisei, é considerado um dos melhores do gênero, sendo comparado inclusive a clássicos do calibre de “O Silêncio dos Inocentes”, de Thomas Harris.

No filme, senti falta de coisas cruciais para uma obra de qualidade, especialmente o desenvolvimento dos personagens. É notável que todos tinham um ótimo background a ser explorado, mas as escolhas da direção infelizmente não ajudaram nesse quesito, e tudo fica muito corrido e amontoado. Isso prejudica o envolvimento de quem está assistindo ao filme, pois o que faz o espectador se ligar ao personagem é saber seus motivos, saber de onde veio e para onde quer ir. É como se a edição tivesse desfavorecido a história, e quando a edição de um filme colabora, até péssimos filmes ficam interessantes, mas a falta dela pode matar algo com muito potencial e foi isso que aconteceu em “Boneco de Neve”.

Por outro lado, a fotografia do longa merece ser louvada. Como já é de costume em seus trabalhos, Alfredson nos entregou belas cenas que poderiam sair da tela do cinema diretamente para uma fotografia na parede (ou talvez para o Instagram, já que estamos em 2017). O elenco, como escrevi acima, é recheado de estrelas e não apenas estrelas, mas estrelas competentes e talentosas como J.K. Simmons e Charlotte Gainsbourg, o que deveria ser um ponto positivo, mas acabou se tornando negativo, pois com talentos desse porte, esperamos algo com muito mais substância do que o resultado final entregue.

Em resumo, “Boneco de Neve” dificilmente será lembrado como um marco na carreira dos envolvidos na obra e, muito provavelmente, passará longe das listas dos melhores lançamentos de 2017. O filme acaba tropeçando nele mesmo e é difícil achar apenas uma explicação para isso, simplesmente o conjunto da obra não funcionou. Uma pena.

“Boneco de Neve” estreia nas principais salas nessa quinta-feira, 23 de novembro:

EuclidesPor Clids Ursulino. 30 anos. Música, cinema, futebol e política. E o que mais aparecer entre um café e outro.

Tags: , , , , ,