Fechar Menu [x]
Novos Posts

Assista Ao Minidoc “Boxe Z/L” Sobre Os Lutadores De Boxe De SP

*Destaque-Home | Audiovisual | Leonardo Cássio 15/05/17 - 10h Leonardo Cassio

91-boxe-zl

Apesar de ter apreciadores e movimentar consideráveis valores, o boxe deixou de ser um dos principais esportes em audiência e número de competidores no mundo. Basta ver a ascensão do UFC – Ultimate Fighting Championship, cuja discussão é válida sobre a modalidade ser esporte, de fato – e os números astronômicos de espectadores do basquete, futebol, entre outros, para ver que o boxe anda mal das pernas. No caso do Brasil, então, o boxe praticamente morreu.

“Boxe Z/L” é um minidocumentário que, em 15 minutos, conta a história de 5 boxeadores de São Paulo – 4 da Zona Leste – e mostra as agruras de ser esportista de um esporte que está em declínio de popularidade no Brasil (leia aqui sobre o filme “Mais forte que o mundo”, sobre José Aldo). A ideia partiu de Weverson da Silva, da produtora Mémoire Films, que mergulhou na Zona Leste de São Paulo para conhecer de perto a realidade de Babu Michel, Baby Face (Willian), Ramela (Paulo), Bene (Benedito) e Cássio, lutadores invictos, campeões de torneios e que precisam dividir a jornada de atleta com suas respectivas profissões.

Baby Face, por exemplo, foi duas vezes campeão sul-americano, compôs a seleção olímpica em sua categoria e não consegue apoio para se dedicar exclusivamente ao esporte. Ramela integrou a equipe de boxe do município de São Caetano, sendo considerado uma das revelações da Grande São Paulo, mas precisa fazer trabalhos em construções para manter-se. Ou seja: o boxe fica em segunda opção.

É um projeto que expõe problemas conhecidos, mas que reforça o quanto não damos atenção para os talentos esportivos no Brasil. Prova é a nulidade de legado olímpico, com medalhista de ouro perdendo patrocínios, Parque Olímpico às moscas e retrocesso na gestão de confederações notoriamente corruptas, como a CBF – Confederação Brasileira de Futebol.

Boxe Z/L tem coprodução da TORO Creative, I Hate Flash, Node e Destilaria. A direção é de Weverson da Silva, que assina o roteiro ao lado de Diego Freire. O lançamento ocorreu no Rio de Janeiro no dia 6 de maio de 2017 e ainda não foram divulgados os locais onde o documentário estará disponível. Além do trailer abaixo, há um teaser com o depoimento de Cássio, que ilustra o conteúdo do documentário (clique aqui para ver):

Com informações do I Hate Flash
Foto: I Hate Flash divulgação

Tags: , , , , ,