Fechar Menu [x]

Documentário Mostra a Importância do Ativismo Digital no Brasil

Audiovisual | Cultura Digital | Leonardo Cássio | TVCULT 10/03/16 - 10h Leonardo Cassio

44-democracia-conectada

Em tempos turbulentos de crise e instabilidade política, as manifestações e movimentos de militância são constantes no Brasil. Não é de agora, basta lembramos os movimentos pela redemocratização, impedimento do ex-presidente Collor, manifestações sindicais, etc.

De qualquer forma, o Brasil é uma democracia nova, em formação, com uma série de contradições e particularidades inexistentes em outros sistemas democráticos mais antigos ou mais organizados que o nosso.

Mas qual a diferença básica das manifestações de 2013, das ocupações das escolas em São Paulo em 2015 contra a reordenação e dos movimentos contra a (e a favor da) Presidenta Dilma frente às citadas no início do texto? A Internet!

O aumento da banda larga, da internet móvel e a catarse das redes sociais mudaram drasticamente o modo como as pessoas se engajam em causas. É o que afirma o documentário “Democracia Conectada“, fruto de uma pesquisa quantitativa realizada pela agência F/Nazca SS, Instituto Datafolha e cRica Consulting, concluída no final de 2015, e que apresenta o panorama do ativismo digital no Brasil.

Mais da metade dos 107 milhões de internautas brasileiros (69%) já ficou sabendo de algum movimento social pela internet, a maioria (75%) via redes sociais, e 58% dos internautas acreditam que as redes contribuem para a mudança de opinião a respeito de algum problema social. Esses são alguns dados da pesquisa, que apresenta, como estudo de caso, o “Organismo Parque Augusta“, o “Movimento Ocupe Estelita“, “A Batata Precisa de Você“, “Mídia Ninja“, “Diretos Urbanos” e “Meu Rio e Nossas Cidades“.

O engajamento digital é fundamental, hoje, para tirar do papel causas importantes à sociedade. Claro que o ativismo de sofá é pouco eficaz. A ideia é sensibilizar pessoas, criar debates importantes (não discursos de ódio binários) e levar as pessoas às ruas. E para quem sempre soltou o verbo dizendo que as Gerações Y e Z são descerebradas e apáticas, dá uma olhadinha no vídeo e repense!

Foto do banner: Marco Gomes via Visual hunt / CC BY-NC-SA

Tags: , , , , , ,