Fechar Menu [x]

Um Filme Sobre Amizade: Legalize Já!

Audiovisual | Música 09/10/18 - 08h Cult Cultura

74-legalize-ja

Legalize Já! é um projeto que já tem idade pra andar de bicicleta sem rodinhas. A ideia, que completa uma década, nasceu do interesse do diretor Johnny Araújo pelas histórias da banda, contada pelo seu amigo e parceiro de trabalho, Marcelo D2, o qual teve diversos videoclipes dirigidos pelo cineasta. Mas cinema no Brasil, como todos sabem ou deveriam saber, é uma constante luta e o filme, rodado em 2016, irá ver a luz do dia nesse mês de outubro. E que sorte a nossa!

O longa se passa no ano de 1993, numa Rio de Janeiro pouco diferente de como a cidade é hoje em dia. Marcelo Peixoto, que ainda não era D2 (Renato Góes) conhece Antonio da Silva, que já era Skunk (Ícaro Silva) e esse é o ponto de partida da obra. Skunk, um jovem músico que vê em fitas piratas sua forma de levantar um dinheiro, acaba num encontrão com Marcelo e daí nasce o interesse pela arte do até então desconhecido, arte na qual o próprio Marcelo não botava fé, mas que nunca foi questionada por Skunk, que tinha certeza de que se tratava de algo de grande valor. E como ele estava certo! Essa amizade resultou na banda Planet Hemp. A banda sempre desafiou os críticos e a mídia por não se comportar como as pessoas achavam que eles deveriam e, assim, se tornou uma das maiores bandas do rock nacional na década (na minha opinião, uma das mais importantes da história roqueira brasileira justamente por sua postura e por não abaixar a cabeça pra ninguém).

E o filme faz justiça à história e importância da banda. Com um ritmo dinâmico, talvez até pelo histórico de vídeos musicais que Johnny Araújo tem no histórico, “Legalize Já!” não cansa o espectador em nenhum instante, assim como a música do Planet Hemp. A cinematografia do filme merece um destaque à parte porque ela conversa com quem está assistindo ao filme, em seus tons mais “acinzentados” e acaba por colaborar com o compromisso de verdade que está por toda a obra audiovisual, inclusive na questão de mostrar uma Rio de Janeiro com 23 anos a menos do que tinha na época da filmagem.

Agora vamos aos grandes destaques de “Legalize Já!”: Renato e Ícaro, já citados acima, somados à maravilha atuação de Marina Provenzzano, essa no papel de Sônia, primeira esposa de D2, tornam o filme ainda mais incrível do que ele já seria. O trio de atores está afiadíssimo e a química deles em cena é visível, tão visível que fica a impressão de ser quase palpável. Eu confesso que era apenas familiarizado com o trabalho de Ícaro e isso foi ótimo, pois saí impressionado com Marina e Renato. Com Ícaro também, porque, como muitos, conhecia o cara de Malhação e não tinha a menor ideia do grande ator que ele havia se tornado.

Ao contrário do que o título diz, o filme não é sobre maconha ou sobre o quanto a banda fumava ou deixou de fumar. Longe disso. O filme é sobre encontros, desilusões, luta e, principalmente, amizade. É sobre acreditar e apostar suas fichas nos seus sonhos, algo que alguns podem dizer que já não existe mais ou que está em falta mas que eu gosto de acreditar que não, que ainda existe sim., é muito presente e que pode mudar o destino do país, assim como esses dois garotos mudaram o destino de suas vidas.

O filme é uma história de amor: à música, aos amigos, à honestidade que precisamos ter com nós mesmos. Então vá e veja, seja você fã da banda ou não. Vai valer.

O filme estreia oficialmente no dia 18 de outubro em todo o país

Euclides

Por Clids Ursulino. 30 anos. Música, cinema, futebol e política. E o que mais aparecer entre um café e outro

Tags: , , , , , , , ,