Fechar Menu [x]

Lira Paulistana e a Vanguarda Paulista

Audiovisual 25/11/14 - 05h Leonardo Cassio

lirapaulistanabanner

Parte da história da cultura brasileira e paulista foi intensamente vivida em um pequeno teatro de arena, que abrigava não mais do que 250 pessoas e que em menos de um ano de existência passou a ser uma gravadora, editora e centro de artes para música, cinema, teatro e artes plásticas.

Fundando em 1979 na Teodoro Sampaio, meio caminho entre a Universidade de São Paulo (USP) e Pontífica Universidade Católica (PUC), importantes pólos culturais e intelectuais da metrópole, o Lira Paulistana abrigou em seus seis anos de existência os principais artistas pensadores da época. Por lá estiveram Titãs, Ultraje a Rigor, Ná Ozetti, Jorge Mautner, Paulo Caruso, Kid Vinil, Lanny Gordin e Itamar Assumpção, que foi o primeiro músico lançado pelo selo Lira com o disco “Beleléu e a banda Isca de Polícia”.

Para que essa rica história da cultura nacional não se perdesse, um dos fundadores do Lira, Riba de Castro, criou e dirigiu o documentário “Lira Paulistana e a Vanguarda Paulista”. Através de uma série de depoimentos de artistas, dos fundadores e de pessoas que lá trabalharam, o documentário reconstrói a história deste profícuo point cultural, mostrando curiosidades e fatos desconhecidos pelas gerações posteriores ao fechamento do local.

Em um dos teasers do projeto audiovisual, artistas contam quem eles viram se apresentando no Lira e a lista é extremamente eclética e heterogênea. Arnaldo Baptista, Angra, Capital Inicial, Almir Sater, Tetê Espíndola, Voluntários da Pátria, Pau Brasil, Fogo Paulista, Heraldo Dumont e dezenas de outros músicos de estilos variados.

Segundo o diretor do projeto, “a importância do Lira está no resultado, não só na música, mas culturalmente: no jornal que criamos, nas artes plásticas e nas ocupações de espaço público que fazíamos na época“. Para ilustrar o depoimento, basta dizer que o primeiro livro do cartunista Glauco, “Minorias do Glauco”, foi lançado pelo selo da companhia.

No site do projeto é possível assistir ao documentário por R$3,90. O DVD e o livro “Lira Paulistana – Um Delírio de Porão” também podem ser adquiridos. Vale uma visita na seção “CAUSOS” que possui depoimentos divertidos de personalidades que têm com o Lira uma história íntima e fundamental para suas vidas.

Abaixo, o teaser comentado no texto, o trailer do documentário e uma foto histórica com a famosa “TURMA DO LIRA”:

Teaser

Trailer

Lira_2

Lira_1

Em pé:
Wilson Souto Junior (Gordo) – produção musical
Riba de Castro – comunicação visual
Plínio Chaves – programação do teatro
Edu Schiavonne – iluminador
Fernando Rozo Perez – auxiliar de produção

Sentados:
Fernando Alexandre – imprensa
Márcia – secretária
Chico Pardal – administração do teatro e gravadora
Office -boy
Tiago Araripe – músico, seu primeiro disco foi gravado pelo selo Lira Paulistana

Fotos e imagens: www.vanguardapaulista.com.br/ Divulgação.

Tags: , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Leonardo Cassio

Leonardo Cassio

Sócio-diretor da Carbono 60 - Economia Criativa, Leonardo Cassio é publicitário, jornalista e amante da sétima arte. Lê de mangá a física quântica e tem uma tatuagem do Pearl Jam.

RELACIONADOS