Fechar Menu [x]

Uma Noite em 67

Audiovisual 13/07/10 - 08h Cult Cultura

Os Festivais de Música Popular Brasileira foram de vital importância para a cultura brasileira. Não só pelo valor artístico que tiveram, não apenas pelos grandes nomes que lá surgiram, mas também pelo simbolismo político, pela efervescência social, como também pelo firmamento da televisão como grande meio de entretenimento.

O mais célebre desses festivais foi o de 1967. Transmitido com exclusividade pela rede Record de televisão, que detinha 90% dos programas musicais, a coqueluche da época (como são as novelas hoje), o III Festival de Música Popular Brasileira, realizado no Teatro Paramount, centro de São Paulo, foi um verdadeiro divisor de águas. Jogou ao estrelato nomes como Gilberto Gil e Caetano Veloso; selou o destino de outros como Sérgio Ricardo; isolou alguns como Chico Buarque, enfim, traçou o rumo da produção musical nacional.

E é sobre a grande final deste concurso que o filme documental Uma Noite em 67 fala. Com direção de Renato Terra e Ricardo Calil, o longa é um misto de entrevista e imagens históricas do místico festival. Os principais protagonistas da festa estão presentes na tela, dando entrevistas inéditas: Edu Lobo, vencedor do festival com a canção Ponteio; Gilberto Gil e os Mutantes que apresentaram Domingo no Parque; Caetano Veloso que tocou Alegria, Alegria; Chico Buarque, que explodiu com Roda Viva e Roberto Carlos, que cantou o samba Maria, Carnaval e Cinzas.

As imagens históricas são da grande final, que teve momentos malucos, como o de Sérgio Ricardo arrebentando o violão ou como o de Caetano Veloso, que dobrou a plateia que o vaiava incessantemente. Além disso, há personagens chaves dos bastidores como o produtor Solano Ribeiro e o jornalista Sérgio Cabral, um dos jurados do concurso. Seus depoimentos dão mais cor e vida ao documentário, que é um trabalho magnífico. Uma Noite em 67 é nostálgico para público que teve a oportunidade de acompanhar o Festival de Record e para os envolvidos (preste atenção nos depoimentos de Gil e Chico Buarque) e muito educativo para pessoas mais jovens, que gostam de MPB e só conhecem o lado ficcional dessa marcante noite, que não merece vaia alguma.
O filme tem estreia marcada para o dia 30/07. Informações complementares e outras curiosidades podem ser desvendadas no hotsite: http://www.umanoiteem67.com.br/


Por Leonardo Cássio

Tags: , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Cult Cultura

Cult Cultura

Plataforma digital de cultura e economia criativa.

RELACIONADOS