Fechar Menu [x]

Veja Guimarães Rosa no Cinema, no filme “Meus Dois Amores”

Audiovisual | Thais Polimeni 18/03/15 - 08h Thais Polimeni

meus-dois-amores-banner

Guimarães Rosa é nome conhecido por todos que já prestaram vestibular uma vez na vida. “Primeiras Estórias” era uma das leituras obrigatórias da minha época de Fuvest e um dos livros que mais gostei da lista. O universo ingênuo, cheio de detalhes e imaginações de Guimarães me conquistou profundamente, mesmo com os neologismos que muitos custavam a entender.

Adaptar uma obra de Guimarães Rosa já é sinal de sucesso só pelo apreço e carinho com o qual o público vai assistir. Com Caio Blat e Maria Flor no elenco, o longa-metragem “Meus Dois Amores” foi baseado em “Corpo Fechado”, um dos nove contos do primeiro livro de Guimarães Rosa, “Sagarana”.

O vaqueiro Manuel, interpretado por Caio Blat, tem dois grandes amores em sua vida: sua noiva Das Dô (Maria Flor) e sua mula Beija-fulô. Não tem nada de malícia nem zoofilia. É aquele simples e puro amor difícil de encontrar. Nessa história de amor, muitos personagens aparecem, como o matador Targino (Alexandre Borges), o feiticeiro Toniquinho das Pedras (Julio Adrião), os pais do protagonista (Lima Duarte e Vera Holtz), a dona do bar da cidadezinha (Fabiana Karla) e o amigo atrapalhado (Guilherme Weber). O elenco está fantástico. Difícil saber quem se destaca. Gostei muito do trabalho de Guilherme Weber, que, até aparecerem os créditos no final, eu não o tinha reconhecido no papel de Zezão, o amigo atrapalhado de Manuel. Gosto assim! :)

A música-tema do filme, “Fé Cega Faca Amolada”, é de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, o arranjo, produção e mixagem de Plínio Profeta e a edição, da 3Pontas (DUBAS). Para o filme, a voz ficou por conta de Lenine, cujo clipe mistura a gravação em estúdio às imagens de romance, comédia e aventura do longa. Assista abaixo:


meus-dois-amores-alta-resolucao

 

Elenco
Caio Blat – Manuel
Maria Flor – Das Dô
Alexandre Borges – Targino
Lima Duarte – Coronel Nho Peixoto
Vera Holtz – Flausina
Fabiana Karla – Tomázia
Guilherme Weber – Zéza
Milton Gonçalves – Monsenhor Fidélis
Ana Lúcia Torre – Vó Lindelena
Julio Adrião – Toniquinho das Pedras

Ficha Técnica
Produção: Diler & Associados, Olho de Boi, Thijoana Filmes e Roteiraria
Coprodução: Globo Filmes, Labocine e Canal Brasil
Distribuição: Downtown Filmes e Paris Filmes
Diretor: Luiz Henrique Rios
Roteiro: José Carvalho
Produzido por Diler Trindade
Produtor Associado: Luis Paulo Montenegro
Produtor Executivo: Elisa Tolomelli
Produtores Delegados: Geraldo Silva de Carvalho, Lilia Alli e Patrícia Novais
Diretor de Fotografia: Roberto Amadeo
Diretor de Arte Paulo: Flaksman
Cenografia: Ana Schlee
Figurino: Inês Salgado
Direção de Produção: Lili Nogueira
Som Direto: José Moreau Louzeiro
Montagem: Felipe Lacerda, Rodrigo Lima e Rafael Paiva
Produção de Elenco: Cibele Santa Cruz
Assessoria de imprensa: Primeiro Plano

Tags: , , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS

Os comentários estão desativados.