Fechar Menu [x]

18 Dicas e Reflexões sobre Snapchat

Cultura Digital | Thais Polimeni 10/11/15 - 08h Thais Polimeni

snapchat-logo-banner

Comecei a usar Snapchat há alguns meses, não lembro por qual motivo… No começo, não entendi nada, deslizando telas pra lá e pra cá sem saber como voltar para o início. Até que fui vendo os snaps dos artistas (já que azamiga ainda não estavam na vibe snapchatica), fuçando nas configurações aqui e ali, lendo tutoriais de blogs e portais… E me apaixonei pelo Snap e seu conteúdo efêmero.

Agora quero que todo mundo vicie em Snap para que nenhuma de nós sejamos julgadas por fazermos Snap na rua (ou tentarmos fazer, porque eu ainda estou na fase “snap onde ninguém está me vendo” e “snap com amigos muito íntimos que me julgam, mas continuarão sendo meus amigos”.

Depois me falem se concordam com tudo isso aqui:

1. 10 segundos é tempo suficiente pra você concluir um pensamento (mas o Snapchat come o último segundo e só sobram 9. Concluir um pensamento em nove segundos é pra profissionais);

2. Luz é tudo nessa vida;

3. O melhor ângulo pra fazer snap é deitada na cama;

4. Os filtros do Snap fazem milagre;

5. Em vez de Snapchat, poderia se chamar Snapterapia;

6. Óleo de coco é o elixir brasileiro;

7. Moda é muito legal! Vendo desfiles de Nova York e Milão, então…

8. Snap no carro é o novo selfie no espelho;

9. Comece fazendo snap de foto. Depois você vai ser naturalmente conduzida aos snaps de vídeos;

10. Todo mundo tem vergonha de fazer snap em público. Vamos dar as mãos!

11. Você percebe quando alguém é veterana em Snap quando ela consegue escrever textão nos vídeos e fotos;

12. Preta Gil é engraçada, amiga e te chama pra jantar;

13. Os amigos da Preta Gil moram com ela S2;

14. O Tom, filho do Rafinha Bastos, faz mais sucesso que o pai no Snap. Homem Aranha!

15. Escritoras de livros infanto-juvenis são rockstars, com direito a fila de 12 horas e gritos dos fãs no dia da Sessão de Autógrafos;

16. Ver snap de show é um saco, mas ninguém resiste a não fazer;

17. Ver snap de academia é um saco, mas é bom pra gente tomar vergonha na cara e fazer;

18. Pessoas sem as quais o Snap não teria sentido (ou: dicas de quem seguir do Snap): Fernanda Souza (eu.fesouza), Preta Gil (pretagodoy), Gominho (quizila), Ivete Sangalo (ivetinhasangalo), Dani Calabresa (calabresago), Julia Faria (julia-faria), Jout Jout (joutfuckinjout), Yasmin Brunet (yabrunet), Rafael Uccman (rafaeluccman), Rafinha Bastos (orafinhabastos), Bruna Vieira (brunadoblog), JudePaulla (judepaulla), Thalita Rebouças (thalitareboucas), Consuelo Blocker (consueloblocker), Eu (thaispolimeni, hahaha! #aloka!).

Tags: , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS

Os comentários estão desativados.