Fechar Menu [x]

Mapa dos Cafés londrinos

Cultura Digital | Multicultural 07/02/14 - 12h Thais Polimeni

cafe_amigos

Eu não sou daquelas que nasceram amando café, que desde bebê a mãe colocava café com leite na mamadeira. Não, não sou uma amante nata, mas isso não faz com que eu ame menos.

Comecei a gostar de café pelo viés do cappuccino. Uma vez, minha mãe comprou um cappuccino de menta e, em vez de tomar chocolate gelado, minhas manhãs foram deliciosamente substituídas por um cappuccino quente. A partir daí, principalmente depois que entrei na faculdade e comecei a estagiar, fui experimentando outros tipos da bebida. O da Kopenhagen (com muuuito chocolate derretido), da Cristallo (hipercremoso) e da Ofner estão no topo da minha lista.

Quando comecei a empreender e, consequentemente, participar de muitas reuniões, descobri minha paixão pelo café puro. Cafezinho antes das reuniões para alinhar as ideias, cafezinho durante as reuniões pra manter um clima agradável, cafezinho depois das reuniões para comemorar o resultado. Café de manhã, café depois do almoço, café depois do jantar cazamiga. Looongos cafés no final de semana pra colocar a fofoca em dia. Café antes do teatro. Café antes de ir pra casa.

Tá parecendo que eu bebo um litro de café por dia, mas eu me controlo. Escolho no máximo duas das situações acima pra dar aquela “pausa pro cafezinho”. Se eu beber mais de duas xícaras por dia, já era, insônia na certa.

Hoje em dia, percebi que há muitos adoradores do Café. Eventos sobre o tema (SP Coffee Week), Instagram (1_cafe_e_a_conta), Páginas do Face, Livros, Cursos, matérias em jornais, revistas, internet… Hoje eu li uma matéria superinteressante no blog da Time Out de Londres. Eles divulgaram um “Mapa do Café”, com elegantes coffee shops perto de cada estação de metrô.

A ideia é de Chris Ward, autor do livro “Out of Office: work where you like & achieve more” (“Fora do Escritório: trabalhe onde você gosta e consiga mais resultados”), em que ele defende a ideia de não ter escritório, mas sim trabalhar nos coffee shops. Como uma frequentadora de cafés de Sampa, comprei o livro na hora, na Amazon (tá menos de R$5,00 a versão digital).

Fica aí a sugestão de um Mapa do Café Paulistano. E me candidato como repórter… Em troca de cafés 😉

MapadoCafe_Londres

Fonte: Time Out

Tags: , , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS