Fechar Menu [x]

Moda também é Cultura! Conheça a Pesquisa realizada pelo Ministério da Cultura

Leonardo Cássio | Moda e Design 10/04/15 - 10h Leonardo Cassio

giselle-bundchen

Moda pode não ser arte para alguns, como para nossa entrevistada Karlla Girotto, mas certamente é cultura, pois através dela um grupo ou indivíduo é capaz de expressar valores, ideias, modo de agir, hábitos, costumes e outros símbolos de representatividade. E assim pensa o Ministério da Cultura, dando importância estratégica para a cadeia da moda, transformando-o em categoria cultural e em um pilar vital da Economia Criativa e do Soft Power brasileiro.

A fim de entender melhor a cadeia da moda, bem como estabelecer diretrizes para formulação de políticas públicas do setor, foi realizado, em 2012, pelo Instituto das Indústrias Criativas, pelo Conselho Nacional de Políticas Culturais, pela Secretaria Executiva e pela Secretaria de Políticas Culturais do MinC, a pesquisa “Economia e Cultura da Moda: Perspectivas para o Setor”.

Os principais objetivos de estudo são:
– Fomentar o debate acerca do setor da moda no Brasil;
– Contribuir para a inserção da moda na agenda nacional de políticas públicas de cultura e para dinamização do setor no país, como gerador de riqueza e renda;
– Contribuir para a consolidação da moda dentro do MinC e de outras instâncias do poder, sejam estaduais ou municipais;
– Apoiar a institucionalização do setor entre as políticas do MinC;
– Instituir um colegiado de moda para discussão sobre o setor e setores correlatos.

A pesquisa apresenta dados e estudos abundantes sobre moda, indo desde a conceitualização do que é moda no âmbito cultural até diagnósticos extensos sobre a cadeia produtiva, capital humano e leis trabalhistas.

Em 2013, o MinC teve uma saia justa com a aprovação, na Lei Rouanet, de um projeto de moda que contemplava, entre outra ações, a realização de desfiles na França. O projeto ia ser engavetado, mas a Ministra da Cultura na época, Marta Suplicy, aprovou o projeto.

Apesar da moda já ser uma das pautas de agenda do MinC, há muita gente que torce o nariz para o fato. Os principais motivos são o fato da cadeia de moda já movimentar muitos recursos e não precisar de subsídios governamentais; de ser incorreto entender moda como arte e cultura e o último, e mais grave, da cadeia de moda empregar mão de obra escrava, burlar os direitos trabalhistas e sonegar impostos.

Mesmo com polêmicas, a moda é um alicerce, hoje, das políticas públicas culturais e da Economia Criativa e um dos setores que mais chamam atenção, culturalmente falando, no Brasil. O mais interessante é a valorização de grupos geralmente marginalizados pelo mercado e que, em muitos casos, exprimem modos de trabalho e viveres seculares, como o Modo de Fazer Renda Irlandesa de Sergipe, patrimônio imaterial tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Acesse a pesquisa no nosso Slideshare.

Foto do banner: Tiago Silva/ GESP/ Fotos Públicas

Tags: , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Leonardo Cassio

Leonardo Cassio

Sócio-diretor da Carbono 60 - Economia Criativa, Leonardo Cassio é publicitário, jornalista e amante da sétima arte. Lê de mangá a física quântica e tem uma tatuagem do Pearl Jam.

RELACIONADOS

Os comentários estão desativados.