Fechar Menu [x]

“São Paulo Parece Paris” | SP 464 Anos

Multicultural | Patrimônio | Thais Polimeni | Urbanidade 23/01/18 - 09h Thais Polimeni

11-sao-paulo-464-anos-arqfuturo-passeio-centro

ATENÇÃO: Post escrito por uma paulistana da gema (sim, uma paulistana que não esconde seu amor pelo sotaque carioca).

Nasci e cresci no centro de São Paulo e, por conhecer tão bem a região (“tão bem” não inclui não se perder pelas ruazinhas da República, Anhangabaú e São Bento), só vejo belezas na arquitetura, comércio, praças e até no corre-corre frenético característico de quem não se importa de andar à pé e de transporte público por esse lugar que já foi muito mais merecidamente valorizado do que hoje em dia.

Quando falo do Centro de São Paulo, não consigo deixar de lembrar que, quando conheci Paris, achei a cidade-luz muito parecida com minha cidade natal. Comentei isso despretensiosamente com uma amiga e ela deu risada, como se eu estivesse diminuindo a beleza da cidade europeia. Depois percebi que todas as vezes que eu falava dessa minha percepção, as pessoas tinham a mesma reação, e ninguém tinha a sensibilidade de ver que eu estava exaltando São Paulo, ao invés de “diminuir” Paris. Pra mim, era muito óbvia a semelhança (principalmente se a capital paulista fosse tão bem cuidada quanto a francesa), mesmo porque uma das inspirações para as construções do Centro de São Paulo foi a arquitetura francesa, nenóm? Então me dei conta de que muitos brasileiros não conhecem o centro de São Paulo, definitivamente.

Se você se juntou às minhas amigas e também não conseguiu segurar o riso quando fiz a relação de Paris com São Paulo, essa semana de aniversário da nossa amada Sampa é uma excelente oportunidade pra você concordar comigo (vai vendo!): haverá quatro debates e três passeios sobre arquitetura e urbanismo do centro de São Paulo. Tudo gratuito! Um dos passeios tem, como tema “O Centro e a Cultura”, em que serão discutidas as diversas formas de manifestação cultural presentes no centro (se isso não é amor, eu não sei o que é s2).

Veja abaixo a programação e prepare-se para aumentar ainda mais seu amor e admiração por São Paulo:

24 de janeiro de 2018
PASSEIO: “Centro Novo”, 17h
Ponto de encontro: IAB-SP – rua Bento Freitas, 306
Roteiro: IAB até a Biblioteca Mário de Andrade
Guia: Fernando Serapião, editor de Monolito
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

DEBATE: “O centro e o mercado”, 19h
Local: Biblioteca Mário de Andrade, auditório (Rua da Consolação, 94)
Debatedores: Philip Yang (URBEM – Instituto de Urbanismo e Estudos para a Metrópole), Mauro Teixeira Pinto (TPA Empreendimentos)
Mediação: Fernando Serapião (Monolito)
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

25 de janeiro de 2018
PASSEIO: “Centro Velho”, 12h
Ponto de Encontro: Edifício Martinelli – entrada da avenida São João, 11
Roteiro: do Ed. Martinelli ao Edifício Mirante do Vale
Guia: André Scarpa, arquiteto e urbanista, escritório Nitsche Arquitetos
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

DEBATE: “O centro e a cultura”, 10h
Local: Edifício Martinelli, 26º andar, auditório (Avenida São João, 11)
Debatedores: Gabriel Rostey (Culturb), Adhemar Oliveira (Espaço Itaú de Cinema), Paulo Casale (SESC 24 de maio)
Mediação: Ciro Pirondi (Escola da Cidade)
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

DEBATE: “O centro e o patrimônio moderno”, 15h
Local: Sesc 24 de maio (rua 24 de maio, 109)
Debatedores: Raul Juste Lores (autor de “São Paulo nas Alturas”), Regina Meyer (FAU USP)
Mediação: Fernando Serapião (Monolito)
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

PASSEIO: “Fruição Urbana”, 16h30
Ponto de encontro: SESC 24 maio – rua 24 de maio, 109
Roteiro: do Sesc 24 de maio ao Edifício Mirante do Vale
Guia: Milton Braga, arquiteto e urbanista, diretor do URBEM e sócio do escritório MMBB
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

DEBATE: “O centro e as políticas públicas”, 18h
Local: IAB-SP, auditório (Rua Bento Freitas, 306)
Debatedores: José Armênio Brito Cruz (SP Urbanismo) e Elisabete França (CDHU)
Mediação: Milton Braga (URBEM e MMBB Arquitetos)
*Chegar com meia hora de antecedência para retirada da senha

Todas as atividades têm duração de 1h30min e serão promovidas pela Arq.Futuro (já falamos deles aqui), Monolito e URBEM. Todos os participantes ganharão o livro “Arquitetura do Centro de São Paulo”, elaborado numa colaboração entre URBEM e a editora Monolito, com parceria de fomento do CAU-SP, que será lançado em comemoração ao aniversário de São Paulo!

Foto do Banner: The Photographer (domínio público)

Tags: , , , , , ,