Fechar Menu [x]
Novos Posts

#APOSTACULT O Pop Rock Groove Do Cidadão Madureira

APOSTACULT | Leonardo Cássio | Música 16/03/17 - 06h Leonardo Cassio

55-apostacult-cidadao-madureira

Depois apresentar a banda Marvins e o trabalho do designer e instrumentista Victor Fão a #APOSTACULT do momento é banda Cidadão Madureira, de São Paulo, que está lançando seu primeiro EP: “Cadastro”.

Cidadão Madureira se autointitula como uma banda de rock-pop-corn-brega-bolero-samba-bossa-groove, que está na ativa há 5 anos, entre idas e vindas, e que no ano passado conseguiu focar na produção de “Cadastro”. Achei curioso que, em um dos materiais do Cidadão Madureira, tem a descrição formação acadêmica de cada um junto ao respectivo instrumento que toca: Vini Orlandi – Voz/ Guitarra/ Baixo – graduado em Ciências Biológicas e Farmacêuticas; Pedro Santos – Voz/ Guitarra/ Baixo – graduado em Ciências Sociais; Rodrigo Gomez – Guitarra/ Violão – graduado em Marketing e André Araújo – Bateria – graduado em Rádio/ TV e engenharia. Exatas, humanas e biológicas: bem completo!

Cadastro” é composto por cinco faixas: “Calvo”, “Homem da Vida”, “Caso”, “Meio Blasè” e “Depoimento de Louco”, todas com clipes produzidos pela Fitaria Filmes. As letras, de autoria de Pedro Santos e Vini Orlandi, tratam de assuntos cotidianos de forma descontraída e descompromissada. “Calvo” me lembrou um pouco a banda “Camisa de Vênus“, devido ao clima de zoeira. “Homem da Vida” tem uma ótima pegada instrumental, com bastante groove, sendo a melhor faixa do EP, em minha opinião. “Caso” tem uma carinha de “Los Hermanos“, tanto pela letra quanto pela parte instrumental, que conta com uns metais reconfortantes. “Meio Blasè” também me lembrou uma pegada meio Los Hermanos (eu espero que essa lembrança não seja ruim para ninguém!) e “Depoimento de um Louco” tem um clipe que indica as tendências etílicas da banda.

Cidadão Madureira – quando fizermos uma entrevista com eles perguntarei o porquê do nome – tem uma pegada divertida musicalmente, sendo uma boa música para desestressar, se divertir, parecendo essa a principal finalidade das músicas, visto o clima dos clipes. Isso não quer dizer que há algo leviano aí; muito pelo contrário: os músicos são ótimos instrumentistas e o bom padrão está aí para todo mundo conferir.

O canal do Youtube do Cidadão Madureira tem todos os clipes, sendo que os clipes – ou na descrição abaixo deles ou em ambos – possuem as letras. Há outros materiais disponíveis, além do EP. No Facebook é possível encontrar o link para comprar a versão digital do EP, que custa cinco Temers (R$5,00) e a agenda de shows que está por vir! Confira, cidadãos!

Tags: , , , , , , ,