Fechar Menu [x]

Bloco Filhos da Foto reúne Foliões da Imprensa Paulistana

COACHCULT | Música | Thais Polimeni 04/02/15 - 01h Thais Polimeni

filhos-da-foto-banner

Os bloquinhos no Carnaval de São Paulo estão cada vez mais divertidos. Quando eu era mais chófen, não curtia muito o carnaval. Acho que, na época, era cool não gostar de Carnaval, mesmo sem saber do que não se estava gostando.

Há alguns anos, passei o Carnaval em Olinda. E me arrependi de não ter descoberto essa nossa festa popular antes. Carnaval de rua em São Paulo sempre foi meio raro, mas de uns anos pra cá, os paulistanos têm recebido os bloquinhos de braços abertos.

Os famosos bloquinhos “Bangalafumenga” e “Sargento Pimenta“, ambos do Rio de Janeiro já têm público fiel em Sampa. Mas a criatividade dos paulistanos não deixou a desejar. Um exemplo é o bloco “Filhos da Foto“, que fará a segunda edição do desfile este ano, no Centro de São Paulo, dia 7 de fevereiro, a partir das 9h.

Comandado por fotógrafos da imprensa paulistana (Folha de São Paulo, O Globo e Estado de São Paulo, de agências de notícias como a Associated Press e da revista Época), o “Filhos da Foto” foi criado para que os fotógrafos pudessem aproveitar o carnaval ao lado dos seus filhos :) É um bloco família, com papais, mamães, crianças e amigos!

O carnaval é, sem dúvida, a época em que nós, fotógrafos, mais trabalhamos. Por isso a ideia do bloco é curtir esse período junto com os filhos. Estamos mais organizados e mais numerosos este ano e esperamos receber muitos coleguinhas da imprensa e amantes da fotografia“, diz Fernando Donasci (O Globo), um dos criadores do bloco ao lado de Jorge Araujo (Folha de São Paulo).

Fizemos uma entrevista com Fernanda Carvalho, uma das organizadoras do bloco, compositora da marchinha e sócia da Press Fashion (nossa parceira na categoria “Moda e Design“), que nos deu mais detalhes do “Filhos da Foto”. Ela responde em nome do bloco:

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] O Bloco “Filhos da Foto” existe desde quando?
[Filhos da Foto] O nome “Filhos da Foto” existe desde os anos 80, em uma época em que um grupo de fotógrafos se reunia frequentemente. Como seus filhos estavam sempre nas reuniões, acabaram formando um grupo, pois cresceram juntos. Já o Bloco “Filhos da Foto” foi fundado em 2014.

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Como surgiu a ideia de fazer o bloco?
filhos-da-foto-criancas[Filhos da Foto] A ideia do bloco surgiu da coincidência de vários fotógrafos estarem com filhos pequenos no ano passado (2014), inclusive pai e filho: o pai Jorge Araujo (Folha de S.Paulo) e o filho Filipe Araujo (O Estado de S.Paulo) – filho da foto nos anos 80 -, tiveram filhos com um mês de diferença. Em uma conversa com um filho da foto agregado, Fernando Donasci (O Globo), que tinha acabado de ter filhos gêmeos, pensaram em montar um bloco, já que também queriam curtir o carnaval.

Não por coincidência, moram muitos fotógrafos e jornalistas no bairro, por causa da Folha de São Paulo, e pelo menos uma dezena deles estavam com filhos pequenos, também.

E o pessoal do bairro é animado, um pouco Barra Funda, um pouco Campos Elíseos… Logo conseguimos seguidores: o sub-bloco BFF (Barra Funda Forever) e a bateria do bloco amigo Filhos da Santa, por quem fomos apadrinhados.

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Quem são os principais organizadores do bloco?
[Filhos da Foto] Na linha de frente, estão Jorge Araujo, o pai de todos, morador desde sempre da Barão de Limeira e grande inspirador de jovens que seguiram sua profissão; Filipe Araujo, fotógrafo, filho de Jorge Araujo e sempre pronto para qualquer parada; e Fernando Donasci, o melhor amigo de infância de Filipe Araujo e a simpatia do bairro.

Na produção (arte, divulgação, panfletagem, documentação, organização, ideias), ou seja, quem trabalha, mesmo (risos), estão: Fernanda Carvalho, a irmã de todos; Priscilla Franzolin, ponta firme; e Layla Carvalho, pau pra toda obra!

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Somente filhos de fotógrafos podem participar?
[Filhos da Foto] Podem participar os Filhos da Fotografia! 😀

Hoje em dia, na era de celulares com câmera, câmeras digitais, todo mundo é um pouco fotógrafo ou adorador da arte. O bloco nasceu de um grupo com uma combinação de sucesso: criança + foto, sem pretensão, apenas um bloquinho pré-carnaval para família e pessoas do bairro, que são tudo gente boa, se adoram! No ano passado, fantasiaram até um cachorrinho!

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] O objetivo do bloco é reunir fotógrafos e adoradores da arte?
[Filhos da Foto] A profissão do fotógrafo é comunicativa, ativa e eles andam em grupos. Fazem arte e as pessoas admiram. O objetivo do bloco é se divertir com a família, com os vizinhos do bairro e, é claro, tentar fazer o melhor click!

filhos-da-foto-moldura[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Qual tipo de música toca no bloco?
[Filhos da Foto] É música de carnaval! Tem marchinha, tem frevo, tem batuque, bateria, dj, temos até nossa própria marchinha! (Veja abaixo, no final da entrevista)

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] O bloco começa às 9h, certo? Por que tão cedo? (Pergunta de uma notívaga, hahaha)
[Filhos da Foto] A concentração é cedo por causa do sol. É um bom horário para não fritar. A saída é por volta das 10h30. Acredite, estamos com bastante energia e é gostoso ter o resto do dia para almoçar tranquilo e fazer o que quiser depois! É diferente, é especial, é matinal, é bem legal!

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Qual o percurso do bloco?
[Filhos da Foto] Barão de Limeira do final ao começo – do número 1.500 ao 500 na Folha de São Paulo

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] O bloco vai até às 14h, mesmo?
[Filhos da Foto] Vamos ver o quanto aguenta os foliões e os foliinhos

[CULT CULTURA | Thais Polimeni] Quem são as empresas apoiadoras?
[Filhos da Foto] Press Fashion, Sacolão Campos Elíseos, Chopp Germania, Fotos Públicas, O Fanfarrão e Mooca Station. Cada uma apoiou como conseguiu, talvez por isso o bloco seja tão especial. Ele é pequeno e livre pra folia!

Veja abaixo a marchinha do Bloco “Filhos da Foto”:

Filhos-da-foto-marchinha

Clique aqui para acessar a FanPage do Bloco Filhos da Foto.
Clique aqui para confirmar presença ou ver mais informações sobre o Bloco no evento do Facebook.

Tags: , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Thais Polimeni

Thais Polimeni

Thais Polimeni é editora e uma das fundadoras do blog Cult Cultura e, ao lado de Leonardo Cassio e Daniel Ávila, é sócia-diretora da Carbono 60 - Economia Criativa. Publicitária, jornalista, paulistana, tiete e geminiana, Thais é viciada em teatro, cappuccino e wi-fi. Dizem que é descendente direta de Buda, mas na TPM, nem ela se aguenta. É colunista do Jornalirismo e tem seu alter-ego publicado aqui: facebook.com/thaisPOULAINmeni

RELACIONADOS