Fechar Menu [x]

Você Deveria Conhecer #5

CultIndica | Música 03/08/17 - 10h Cult Cultura

el-hombre

Cariocas, mineiros, paulistas e paulistanos. Tudo junto & misturado pra sua semana ser mais musical:

Kill Moves
kill moves
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Link: https://killmoves.bandcamp.com/
Sobre: Com o seu EP de estreia, o “No Rewind” de 2016, o quarteto mineiro Kill Moves já entrou no radar de bandas para a gente observar de perto. Com um som obviamente inspirado e influenciado pelo rock alternativo dos anos 90, os caras abriram o show dos ingleses do Basement em sua apresentação em solo paulista e não deixaram a desejar. Infelizmente não pude comparecer no show mas ouvi apenas elogios ao set dos caras e não é pra menos, é possível ver a qualidade de suas músicas em estúdio e, quando as imagino ao vivo, soam ainda melhor. Um show que espero poder conferir de perto em breve!

Baleia

Foto: Bruno Mello
Foto: Bruno Mello

Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Link: https://soundcloud.com/baleiabaleia
Sobre: O Baleia é uma daquelas bandas difíceis de colocar dentro de uma só caixinha. É muito fácil de identificar diversas misturas de influências e estilos no som deles e isso só torna a banda mais interessante. Em seu segundo e último lançamento, “Atlas” de 2016, mostram já uma evolução em comparação ao seu primeiro trabalho em composições mais sofisticadas e arranjos que podem bater de frente com muita banda celebrada mundo afora. A produção do álbum também grande destaque mas sabemos que só produção não basta então se soa bem do jeito que soa, é porque estamos falando de uma banda muito competente no que faz e, que se mantiver essa evolução de lançamento para lançamento, ainda pode trazer ótimas surpresas na carreira.

Francisco El Hombre

Foto; Rodrigo Gianesi
Foto; Rodrigo Gianesi

Cidade: Campinas (SP)
Link: https://soundcloud.com/franciscoelhombreband
Sobre: A banda foi formada pelos irmãos mexicanos naturalizados brasileiros Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte, que se uniram aos brasileiros Andrei Martinez, Juliana Strassacapa e Rafael Gomes e fizeram essa batida de ritmos latino-americanos e o resultado pode ser conferido no elogiado “Soltasbruxa” de 2016. Esse último lançamento, diferente de seu EP de estreia, o português é o predominante nas letras. Podemos ouvir influências de todos os países por onde a Francisco El Hombre já tocou (Cuba, Chile, Uruguai, México etc) e isso apenas soma ao som pegado da banda.

Corte

Foto: Marina Thomé
Foto: Marina Thomé

Cidade: São Paulo (SP)
Link: http://www.alzirae.com.br/Corte.zip (download do álbum)
Sobre: O CORTE é um projeto que envolve músicos do Bixiga 70 e a cantora, compositora e instrumentista Alzira E. Foi gravado ao vivo em estúdio e projeta diferentes sonoridades, desde o rock até a experimentação com a qualidade instrumental e de texturas que já conhecemos de trabalhos prévios de todos os músicos envolvidos. Tem rock, tem MPB, tem jazz, tem mais ou menos tudo nesse primeiro lançamento do projeto. A questão lírica do álbum também é afiada com Alzira E brilhando sozinha em 10 canções e tendo parceria com o poeta arrudA e o compositor baiano Tiganá Santana no restante do disco. Que o CORTE não seja apenas um projeto e que possamos ver mais e mais apresentações desse coletivo tão talentoso.

Braza

Foto: AF Rodrigues
Foto: AF Rodrigues

Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Link: https://soundcloud.com/onbraza
Sobre: O Braza pode ter pouco tempo de vida, algo em torno de 2 anos porém os músicos já são conhecidos de outros carnavais (literalmente). O trio carioca formado por Nicolas Christ, Danilo Cutrim e Vitor Isensee não é exatamente novo na música. Eles faziam parte (junto de Rodrigo Costa) da banda carioca For Fun, que anunciou o término das atividades em 2015 e, desde então, o Braza ganhou vida e já está lançando seu segundo álbum, “Tijolo por Tijolo”. Pra quem acompanhou a evolução de som no For Fun, o Braza não deve ser uma grande surpresa. Os caras já vinham flertando com o reggae, o dub e o dancehall em seus últimos sons e o Braza acaba sendo a transformação natural. Trabalho muito bem feito e, como já era esperado, soa natural, soa certo.

Euclides

29 anos. Música, cinema, futebol e política. E o que mais aparecer entre um café e outro.

Tags: