Fechar Menu [x]
Novos Posts

ESPECIAL Roteiros de São Paulo: A Independência do Brasil do Centro ao Ipiranga

Leonardo Cássio | Patrimônio | Roteiros de São Paulo 30/09/15 - 08h Leonardo Cassio

parque-da-independencia-banner

Ficamos tão interessados no feriado por conta do dia de folga que nem lembramos que a Independência do Brasil aconteceu na capital paulista, no bacanérrimo bairro do Ipiranga.

Cheio de exageros inseridos no imaginário popular, o dia 7 de setembro de 1822 foi mais uma rendição de Dom Pedro do que, de fato, um ato de livre arbítrio em prol da Independência. Porém, é um dos mais marcantes da nossa República.

Finalmente convencido por uma carta de José Bonifácio, Dom Pedro, sem muito glamour, ao contrário do que aparenta o quadro “Independência ou Morte” de Pedro Américo, declarou, com poucas testemunhas e montado em uma mula (ou burro), a independência do país de Portugal, depois de eventos tristes como a Inconfidência Mineira.

O Roteiro da Independência do Brasil compreende dois bairros da cidade São Paulo: O Ipiranga e o Centro. No primeiro é onde estão concentrados os símbolos mais vistosos da independência: o Museu do Ipiranga – ou Museu Paulista-, que por uma série de problemas que abordaremos em outro texto, ficará fechado até 2022; a mística Casa do Grito e o imponente Monumento da Independência, onde estão os restos mortais de Dom Pedro e da Imperatriz Leopoldina. Os três pontos turísticos ficam no belo Parque da Independência.

No Centro, o destaque é para o Pateo do Collegio, local onde começou a cidade e que teve papel indireto na independência. Somam-se a ele a Praça da Patriarca, concebida em homenagem à José Bonifácio, o crânio por trás do processo de independência; a Igreja de Nossa Senhora de Boa Morte e o Solar da Marquesa de Santos.

É um roteiro bem polarizado nos dois núcleos e que ganha muito se você o fizer em um dia ensolarado. Novamente: a principal atração, o Museu do Ipiranga, está fechada. Isso não inviabiliza o roteiro porque o Parque da Independência (foto do banner da nossa editora Thais Polimeni) e a arquitetura do prédio são fantásticos. Mas é lamentável um dos maiores museus de história estar fechado. Paciência, dá pra aproveitar!

Acesse o SlideShare da Cult Cultura e baixe o roteiro!

Confira os outros roteiros da série aqui no blog!

Tags: , , , , , , , ,

COMPARTILHE ESTE POST

COMPARTILHE

COMPARTILHE

Leonardo Cassio

Leonardo Cassio

Sócio-diretor da Carbono 60 - Economia Criativa, Leonardo Cassio é publicitário, jornalista e amante da sétima arte. Lê de mangá a física quântica e tem uma tatuagem do Pearl Jam.

RELACIONADOS

Os comentários estão desativados.