Fechar Menu [x]

Visite A Vila Itororó | Urbanidade

*Destaque-Home | Thais Polimeni | Urbanidade 08/08/17 - 10h Thais Polimeni

159-vila-itororo

Ê, e essa Alemanha sempre nos surpreendendo positivamente, né (ok, esqueçamos o 7×1)! Na semana passada, conheci a Vila Itororó, um terreno de cinco mil metros quadrados localizado na Bela Vista. A entrada do espaço lembra um grande galpão e, ao adentrar e descer a ladeira que fica ao fundo do piso térreo, temos a impressão de que o espaço interno foi transformado em um estacionamento – prática comum nos imóveis do centro de São Paulo. Mas não. No andar inferior, nos deparamos com um Fablab (clique aqui para ver nosso vídeo explicativo sobre o tema) da Prefeitura – que espero que esteja na ativa, a propósito – e, descendo um lance de escadas, chegamos ao cenográfico Canteiro Aberto. E é aí que entra a Alemanha: ah-há!

A Vila, que já foi utilizada para uso residencial, agora está em fase de restauro e aberta para experimentos. Coordenado pela Prefeitura de São Paulo desde a última gestão municipal, o projeto de restauro abre o canteiro de obras para debates sobre os possíveis futuros usos da Vila Itororó. O Goethe-Institut é um dos parceiros da Prefeitura nesse debate, com o projeto Goethe na Vila.

Com o objetivo de potencializar e diversificar a participação de pessoas e coletivos interessados, o Goethe-Institut São Paulo abre esta chamada para selecionar 8 projetos a serem desenvolvidos ao longo de 2018, durante um mês cada. Agora em 2017, já foram realizados projetos de hip-hop, arquitetura, música, customização de bike com temática Queer e Cosplay (clique aqui para ver detalhes de cada um)

O Goethe na Vila se situa no térreo da chamada casa 8 da Vila Itororó. Cada projeto selecionado receberá um apoio financeiro de até R$ 12.000,00 para desenvolver a proposta. As inscrições podem ser enviadas até o dia 31 de agosto de 2017 às 23h59 (horário de Brasília): clique aqui para se inscrever!

A experiência de conhecer a Vila Itororó a partir desse projeto Goethe na Vila deu um sentido especial à visita. O texto apresentado na página do Goethe Institut mostra a importância de ações de placemaking (clique aqui para saber mais) para repensarmos as ações urbanas: “A Vila Itororó é um convite para pensar de forma concreta e coletiva a cidade que queremos. Uma cidade diversa, aberta, não pautada apenas pelo negócio, mas que possa ser o nosso bem comum, onde a cultura abraça e reinventa não apenas práticas artísticas, mas também o que entendemos por lazer, por meio ambiente, por moradia, por viver juntos“. E é exatamente isso que a série #Urbanidade discute aqui a Cult Cultura: Clique aqui e veja mais ações inspiradoras realizadas nas cidades do Brasil e do mundo!

Tags: , , ,